Wayward Son – Rainbow Rowell

Wayward Son é a aguardada continuação do livro Carry On publicado em 2015 pela autora americana Rainbow Rowell.

A primeira coisa que preciso dizer é que Wayward Son é completamente diferente de seu predecessor, eu mesma tive de me acostumar com isso e ainda estou processando esse fato. Wayward Son também é muito diferente do que eu imaginava que seria, ele é muito mais dark do que eu esperava. Essencialmente vamos acompanhar a vida do Escolhido, do salvador do mundo dos magos após ele concluir sua aventura. O que acontece com a saúde mental e a auto estima de alguém depois que a maior aventura de sua vida termina? É essa pergunta que Wayward Son irá responder.

Os três personagens principais que narram a história, Simon, Baz e Penelope embarcam numa viagem inesperada: eles decidem fazer uma roadtrip pelos Estados Unidos. Só a viagem em si já provém diversas desventuras visto que o mundo mágico americano é bem diferente do que eles estavam acostumados na grã-bretanha. Além disso não apenas Simon está passando por uma fase conflituosa, mas as vidas de Baz e Penelope também estão diferentes já que ambos terminaram seus estudos em Watford e a vida adulta é muito mais complicada do que se poderia esperar.

Simon Snow me dói olhar para você quando você está feliz desse jeito. E me dói olhar pra você quando você está deprimido. Não tem um momento seguro para eu olhar pra você, não há nada sobre você que não arranque meu coração do meu peito e o jogue quebrado para fora do meu corpo.

Eu gostei da leitura de Wayward Son, mas ela foi completamente… bittersweet (por falta de uma palavra melhor). Foi uma leitura onde apesar de haverem partes em que fiquei feliz e exultante, outras partes simplesmente arrancaram meu coração e espremeram ele até doer. Na verdade mais partes fizeram isso do que eu gostaria, o que aconteceu com a Rainbow para colocar tanta dor num livro?? De qualquer forma ainda é um presente ser capaz de ler sobre a vida de personagens que me são tão queridos quanto estes e ainda fico mais feliz por saber que não só Rainbow considera estes personagens os seus favoritos como ela mesma já anunciou o terceiro livro da série e possivelmente ela tem ideia para mais um quarto livro, então ainda teremos a presença de Simon e Baz por muitos anos na literatura  (felizmente).

Acredito que meu maior conselho para aqueles que leram Carry On e estão curiosos para ler sua sequência é o seguinte: preparem-se. Tudo isto vai acabar em chamas. Ok isso é só uma frase do livro, mas falando sério agora, Wayward Son é em si uma experiência, é diferente ver seus heróis (se é que o termo se encaixa aqui) quando eles estão em seu maior low point, mas isso também é incrivelmente importante no sentido de que este fato os humaniza muito e traz uma carga de veracidade para a história. Nos lembra que mesmo depois que a aventura termina, a vida ainda continua, e ainda bem que isso acontece.

Wayward Son ainda não tem data de publicação confirmada no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.