Verity – Colleen Hoover

Verity é a estreia de Colleen Hoover no gênero thriller e com uma narrativa eletrizante e de tirar o fôlego o livro é um prato cheio para qualquer um que adore devorar um bom livro da autora.

Colleen Hoover eu te venero. Não apenas ela é uma arrasadora escrevendo romances, mas agora ela é uma arrasadora escrevendo thrillers. Tudo que eu nunca sabia que precisava. Verity nos transporta para dentro da vida de Lowen Ashleigh uma escritora prestes a ficar completamente falida quando Jeremy Crawford, marido da autora best–seller Verity Crawford contrata Lowen para que ela termine de escrever uma famosa série de livros publicada por Verity já que a mesma sofreu um acidente e esta incapaz de terminar de escrever.

Lowen então se muda para a mansão dos Crawford uma residencia imponente e afastada, onde ela pretende ler todas as anotações de Verity acerca de seus próximos livros e reunir a maior quantidade possível de material para que ela possa tomar as rédeas do projeto e finalizar a saga. O que Lowen acaba descobrindo em meio aos escritos de Verity é uma estranha autobiografia, onde os eventos relatados por Verity são mais do que chocantes, e a descoberta deste material muda tudo. Lowen se sente assustada e horrorizada ao mesmo tempo que seus sentimentos por Jeremy aumentam cada vez mais. Ela deveria mostrar o manuscrito a ele, mas quais seriam as consequências disso?

Essa sinopse pode parecer boa (ou confusa) mas o mais perfeito é que Verity consegue ser muito mais arrebatador do que qualquer sinopse poderia fazer jus. É um livro que me afetou profundamente, e uma leitura eletrizante impossível de largar. Colleen Hoover realmente escreveu um ótimo thriller porque diversas vezes enquanto lia fiquei arrepiada, temendo realmente pela protagonista e pelos desenrolares da narrativa.

Colleen Hoover tem uma habilidade estupenda de pegar um tema e cavar fundo nele, trazendo o melhor e o pior de algo, e não se trata somente de ter uma plot twist engenhosa, mas também das reflexões que esse tema suscita e as quais ela passa através da narrativa. Em Verity, a autora examina a questão da literatura, discutindo sobre ficções e realidades, sobre personagens e autores e sobre como as vezes nós como leitores podemos confundir os dois. Afinal a palavra Verity não apenas é o nome de uma das protagonistas, mas ela também significa verdade. É um livro excelente porque ele consegue criar tantas incertezas durante a leitura, deixando o leitor desesperado por respostas, e quando por fim elas são entregues, somos deixados completamente destroçados. E caso eu não esteja me fazendo entender, a melhor comparação seria por exemplo o mindblown que ocorre em alguns finais de episódio de Black Mirror, só que ao invés de ficar encarando a tela do notebook sem saber o que fazer da vida e como continuar estamos encarando a página final de um livro.

Verity não apenas se tornou um dos meus livros favoritos da autora, ele também é um dos meus favoritos da vida e uma das coisas mais maravilhosas que Colleen Hoover já escreveu. Se você gosta do trabalho da autora, ou gosta de thrillers, ou simplesmente tem uma sede incansável por descobrir a verdade por trás de algo, então sugiro que pegue este livro e se prepare para ser sugado para essa história incrível e que ficará em sua mente mesmo muito tempo depois de ter virado a última página.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.