Vengeful – V.E. Schwab

Após terminar a leitura de Vicious no começo desse ano fiquei completamente encantada pelos personagens criados por Schwab e além de desejar muito continuar a acompanhar as vidas deles o final de Vicious (Vilão no Brasil) é mais do que suficiente para deixar qualquer um sedento por uma continuação. Após um confronto de tirar o fôlego entre Victor e Eli, e a subsequente morte de Victor, ao ler a última página do livro onde Sydney, que tem o poder de trazer de volta a vida algo que está morto, ressuscita Victor, não pude deixar de abrir um enorme sorriso e criar grandes expectativas para o que Vengeful iria trazer.

É realmente triste para mim o quanto Vengeful foi na verdade, uma decepção. A começar pelo tamanho, o livro tem mais de quinhentas páginas (algumas edições com mais ou menos) e acredito que o volume do livro foi um dos fatores decisivos para que a leitura se tornasse muito mais lenta e arrastada, na minha experiência. Outro fator foi a questão dos múltiplos pontos de vista, que me incomodaram um pouco. Achei que a autora transitou entre personagens demais além de que dentro de alguns capítulos há uma mudança de foco entre mais de três personagens as vezes o que me fazia perder o foco de leitura em vários momentos na tentativa de acompanhar tantas vozes que estavam narrando com tantas personalidades diferentes em locais diferentes. Essa questão dos pontos de vista é muito delicada, porque alguns dos meus livros favoritos são escritos dessa forma, e acredito que outras pessoas que leram Vengeful podem ter gostado, mas para mim a maneira como isso foi executado dentro desta narrativa foi algo muito negativo para a história.

A minha dificuldade com a leitura de Vengeful foi tanta que eu levei mais de um mês para terminar de ler, simplesmente porque eu não conseguia me obrigar a pegar o livro para lê-lo, e dessa forma inúmeros dias se passaram sem que eu lesse uma página sequer. Lembro-me de quando Schwab estava escrevendo este livro e que ela postava constantemente em suas redes sociais o quão difícil estava sendo o trabalho e como ela sentia que estava apanhando de Vengeful. Bem posso dizer agora que eu apanhei também.

Ainda com relação aos pontos de vista, onde em Vicious tivemos os pontos de vista angustiantes, complexos e sedentos por vingança de Eli e Victor, eu senti que ao dar voz e foco a outros personagens a autora acabou deixando de lado os dois que eram os principais. Acho que isso deixou Vengeful muito distante de Vicious, pois Victor e Eli me parecem ser mais um pano de fundo para que outros personagens brilhem, em especial a EO Marcella. Então o que a principio deveria ser uma ferramenta para tornar a leitura mais interessante, acabou se tornando algo massante e negativo para o livro, na minha experiência. Talvez por que apesar de os personagens serem bem desenvolvidos e terem características únicas eu acabei percebendo que eu meio que não me importo? Eu acho que não consegui desenvolver um interesse e apego genuínos para querer ler os pontos de vistas deles. A verdade é que eu só estava interessada em ler sobre Victor e Eli, e os personagens secundários de Mitch e Sydney. A pequena vida que eles dois constroem com Victor é muito preciosa e as interações entre esses personagens são adoráveis. Desta forma Vengeful acabou sendo um três estrelas para mim.

O final deixou, assim como seu antecessor, uma grande nota de suspense no ar, mas apesar da curiosidade não estou pronta para ler uma possível continuação tão cedo.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.