Daisy Jones & The Six – Taylor Jenkins Reid

Daisy Jones & The Six é o sexto livro da autora Taylor Jenkins Reid.

Depois de ter lido The Seven Husbands of Evelyn Hugo mais cedo este ano e ter me apaixonado pela história, eu estava mais do que pronta para ler outras obras da autora, e minha próxima escolha foi Daisy Jones & The Six. Diferente de Evelyn Hugo que foi lançado como um inédito da TAG livros, Daisy Jones foi publicado pela Editora Paralela no Brasil.

Nos anos 70 a cantora Daisy Jones ia em busca de seu sonho de ser uma cantora de sucesso, ao mesmo tempo que a banda The Six construía seu caminho em direção ao topo. Formada pelos irmãos Billy e Graham Dunne, Karen, Warren e os irmãos Eddie e Pete Loving, a The Six convidou Daisy para participar de uma faixa de seu segundo album e a partir daí nada mais seria o mesmo. A combinação foi explosiva e tornou a banda uns dos maiores fenômenos do fim dos anos 70.

Continuo impressionada com a habilidade de Taylor Jenkins Reid de construir e desenvolver seus personagens. Ela é tão boa no que faz que suas personagens respiram além das páginas, parecendo ser pessoas reais e existentes. A sensação que se tem ao ler este livro é de que Daisy Jones & The Six é uma banda real, que existiu mesmo, e a vontade que tive era de parar tudo que estava fazendo e ir ouvir o icônico album “Aurora” e assistir as apresentações da banda em programadas de tv e tudo o mais. O paradoxo de sentir que era algo tão real e ao mesmo tempo não ter acesso a ele fora do livro foi algo curioso de sentir. Como o livro é contado em forma de entrevista, alguém esta entrevistando os membros da banda e pessoas próximas a eles, há somente o discurso direto na narrativa. Isso pode parecer meio esquisito a princípio, mas a verdade é que só contribui para que haja uma fluidez impressionante na hora de ler. As páginas do livro voam, e a cada nova informação, a cada novo acontecimento na vida dos personagens eu mergulhava mais fundo em suas vidas e deseja permanecer nela por mais tempo.

Ao terminar de ler me senti melancólica, foi um tipo de adeus difícil de dar, porque eu me apeguei e me relacionei com aqueles personagens em um âmbito mais profundo e queria que houvesse mais da história para ser contado.

Os personagens e seus relacionamentos entre si foram cuidadosamente pensados e orquestrados, e é muito incrível ficar tão apaixonada e interessada pela vida de celebridades ficcionais, e também todo o drama que cerca os personagens e como estamos sabendo de tudo que ocorreu há anos atrás, temos diversos pontos de vista sobre o mesmo acontecimento, e alguns deles inclusive possuem versões diferentes do mesmo fato, provando que a verdade as vezes pode acabar sendo diluída com o passar do tempo e também confirmando que não apenas não existe uma verdade absoluta sobre algo, mas também que sempre existem os dois lados de uma mesma história.

Meus personagens preferidos foram Daisy e Billy (apesar de que a Karen merece uma menção honrosa por ser tão maravilhosa). A construção de cada um foi tão perfeita, com tantas camadas e conflitos, personagens complexos e com dramas internos que os tornam tão críveis e verdadeiros que é impossível não se encantar por eles.

Eu gostaria muito de ver este livro nas telas e isso será possível já que a Amazon e Reese Whiterspoon estão produzindo uma série de tv baseada no livro! Eu mal posso esperar, inclusive porque a série irá contar com música original baseada nas letras das músicas do livro então será uma super produção!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.