Diário da Queda – Michel Laub

Diário da Queda é um romance publicado em 2011 por Michel Laub.

O livro tem uma formataçao peculiar, ele é dividido em algumas partes tais como “algumas coisas que sei sobre meu avô”; “algumas coisas que sei sobre meu pai”; “algumas coisas que sei sobre mim” entre outras e dentro das partes temos o texto dividido em blocos numerados, em cada bloco há um pequeno fragmento contanto a história do protagonista, sem lineariadade indo de passado a presente e etc.

Eu gostava de deitar ali depois do almoço e ler revistinhas num dia de inverno.

A princípio pode parecer confuso, mas nada verdade o livro tem uma fluidez incrível. A escrita do autor é bem trabalhada e eu gostei dela. O estopim que faz com que o livro se inicie, é quando o protagonista lembra do dia em que seu colega, no aniversário de treze anos, ao ser jogado para cima em uma comemoração de aniversário é deixado cair pelos colegas que deviam tê-lo segurado. Este é o ponto de partida que faz com que o narrador entre em detalhes sobre diversos períodos de sua vida.

Ao meu ver o livro se trata, ainda que possivelmente apenas parcialmente, de uma autoficção. Pelo pouco que pesquisei em entrevistas que o autor deu sobre o livro, bem como o fato de o protagonista não ter nome, e alguns dos fatos se assemelharem com a relidade, como o de o avô do personagem ser um sobrevivente de Aushwitz e etc.

Será que tanto tempo depois eu ainda conseguiria chorar por isso?

Eu gostei muito de ler uma história que trata de questões pós-segunda guerra mundial e também sobre o judaísmo situada no Brasil, mais específicamente ainda em Porto Alegre. Gostei muito de ver a narração das memórias do avô e do pai do personagem, em especial o olhar do protagonista sobre tudo isto, visto que o livro acaba por se tornar uma coleação de memórias dele mesmo e que acabam por se sobrepor as dos outros dois, o que abre discussões muito interessantes sobre hereditariedade, família e o que é passado de geração em geração.

Diário da Queda é um livro bem diferente e também único. A experiência de leitura que tive com ele foi muito boa para mim e recomendo bastante o livro. Este foi o livro que escolhi para o Brasil no meu projeto A Volta ao Mundo em 80 Livros, para saber mais clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.